O site oficial de notícias de Iguatu e Centro Sul do Ceará

Notícias Ceará

Aluno que teve coluna lesionada em aparelho de academia com 150 kg recebe alta

Regilânio da Silva Inácio, de 42 anos, teve uma lesão gravíssima na coluna. Com o impacto, ele deixou de sentir as pernas e tem 1% de chance de voltar a andar.

Aluno que teve coluna lesionada em aparelho de academia com 150 kg recebe alta
IMPRIMIR
Use este espaço apenas para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.
enviando

Regilânio da Silva Inácio, de 42 anos, que rompeu a coluna após ser atingido pelo aparelho de uma academia em Juazeiro do Norte, recebeu alta na tarde desta quinta-feira (10), depois de cinco dias de internação no Hospital Santo Antônio, na cidade de Barbalha, no interior do Ceará.

O acidente com a máquina de 150 quilos causou uma lesão na coluna considerada gravíssima pelos médicos, que consideram que o homem tem 1% de chance de voltar a andar.

"Muito obrigado por tudo, a força que vocês me deram em orações, em ajuda, em tudo. Que Deus continue iluminando vocês para poder continuar me iluminando", disse Regilânio momentos antes de deixar o hospital.

Regilânio Inácio, aluno lesionado na coluna depois de ser atingido por aparelho de 150 kg, recebe alta. — Foto: Reprodução/Instagram

Regilânio Inácio, aluno lesionado na coluna depois de ser atingido por aparelho de 150 kg, recebe alta. — Foto: Reprodução/Instagram

Durante o tratamento, Regi passou por uma cirurgia que durou quatro horas, para colocar pinos e parafusos para redução da fratura, com objetivo de fazer o realinhamento ósseo e descompressão da medula.

"Agora ele tá bem, a família procura animá-lo, ele bem alto-astral, ainda sente muitas dores, a única reclamação dele é das dores, mas com um alto-astral ótimo, a gente vê ele e não diz que ele passou pelo que passou. Acho que a ficha não caiu ainda, mas a gente sabe que ele não vai mais andar, ele sabe que não vai mais andar, mas a ficha só vai cair quando ele for pra cadeira. É uma pessoa muito jovem [chora]", disse Maria Aparecida da Silva Inácio, irmã da vítima.

 

Homem teve coluna rompida após queda de pesos em máquina de academia; após cirurgia, ele consegue ficar sentado — Foto: Reprodução

Homem teve coluna rompida após queda de pesos em máquina de academia; após cirurgia, ele consegue ficar sentado — Foto: Reprodução

'Como se a alma tivesse saído do corpo'

Segundo a irmã, Regi relatou para a família que no momento que foi atingido pelo equipamento, conhecido como "hack squat", teve a sensação como se a "alma tivesse saído do corpo".

"No ato do baque na coluna dele ele conta que é como se a alma tivesse saído do corpo. Naquele momento ele imaginou que tivesse morrido. Ele relata muitas dores, tanta dor que achou que o corpo tivesse quebrado ao meio. Naquele momento ele não sentiu mais as pernas, pensou que não fosse andar nunca mais", relembrou Maria Aparecida.

A máquina que atingiu o aluno será retirada da academia e substituída pelo estabelecimento por contra do receio das outras pessoas que frequentam o local. A previsão é que isso ocorra até o fim da semana.

Após o acidente, a família de Regilânio realizou uma campanha para ajudar nos custos da cirurgia e do tratamento. Um dia após o lançamento, a vaquinha foi encerrada depois de ultrapassar a meta, estabelecida de R$ 35 mil.

Uma outra vaquinha realizada para cobrir as despesas da família, que é sustentada pelo motorista que está impossibilitado de trabalhar, alcançou R$ 100 mil em doações em menos de quatro horas.

 

"A gente não imaginava que fosse tomar a proporação que tomou, isso nos enche de esperança. Muita gente nem conhece ele, mas ajudou. O que a gente pede mais pra ele, mais que o dinheiro, é oração. Ele vai precisar de muita oração", afirmou a irmã da vítima.
FONTE/CRÉDITOS: g1
Comentários:

Veja também

Colabore com informações: fotos, vídeos, áudios !