O site oficial de notícias de Iguatu e Centro Sul do Ceará

Loading...

TV Centro Sul Ao vivo

Notícias Polícia

Comerciante e ajudante são sequestrados e mortos a tiros por facção no José Walter, em Fortaleza

Vítimas foram interceptadas por integrantes de uma organização criminosa, interrogadas e assassinadas nesta sexta-feira (2)

Comerciante e ajudante são sequestrados e mortos a tiros por facção no José Walter, em Fortaleza
IMPRIMIR
Use este espaço apenas para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.
enviando

Um comerciante e seu ajudante foram sequestrados e mortos a tiros no bairro José Walter, em Fortaleza, nesta sexta-feira (2), por integrantes de uma facção criminosa da região. Os corpos foram encontrados em uma via pública com as mãos amarradas e com marcas de disparos de arma de fogo. 

O Diário do Nordeste apurou que o comerciante se chamava Nathan Lindomar Ribeiro Silva, e havia dado um emprego para a outra vítima, identificado apenas como Kauan, para ajudá-lo a sair das drogas e da criminalidade. 

De acordo com a Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), a Polícia Civil do Estado do Ceará (PCCE) investiga o duplo homicídio por meio do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP). 

SEQUESTRO E EXECUÇÃO 

Conforme a apuração da reportagem, Kauan havia saído para comprar combustível para seu patrão quando foi interceptado por integrantes de uma organização criminosa atuante no José Walter.

Os suspeitos o levaram de volta ao seu ponto de saída para verificar se ele falava a verdade, e acabaram levando Kauan e o comerciante para uma espécie de cativeiro, onde eles passaram por um "interrogatório". 

As vítimas tiveram as mãos amarradas e foram executadas com tiros na região da cabeça em via pública. De acordo com a fonte, Kauan já era fichado pela Polícia. Já Lindomar, não tinha antecedentes criminais.

Ainda conforme a SSPDS, a Polícia Militar do Ceará (PMCE) e da Perícia Forense do Estado do Ceará (Pefoce) estiveram na cena do crime para colher informações que serão utilizadas na investigação. Não há informações sobre suspeitos presos. 

FONTE/CRÉDITOS: Diário do Nordeste.
Comentários:

Veja também

Colabore com informações: fotos, vídeos, áudios !