O site oficial de notícias de Iguatu e Centro Sul do Ceará

Notícias Brasil

Galvão Bueno tem contas bloqueadas, mas Justiça só encontra R$ 36,87; saiba o que houve

Ação tem relação com a vinícola Bueno Wines Itália

Galvão Bueno tem contas bloqueadas, mas Justiça só encontra R$ 36,87; saiba o que houve
IMPRIMIR
Use este espaço apenas para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.
enviando

O narrador esportivo Galvão Bueno teve suas contas bancárias pessoais bloqueadas por determinação da Justiça de São Paulo. O valor encontrado, porém, foi de apenas R$ 36,87. As informações foram publicadas pelo colunista do UOL, Rogério Gentile.

Galvão Bueno é alvo de um processo movido por Alex Reiller de Moraes, ex-sócio do narrador na vinícola Bueno Wines Itália. Ainda de acordo com a reportagem, Alex administrava a empresa e tinha 10% de participação nos lucros da vinícola.

O UOL noticiou que Bueno e Moraes romperam a sociedade em 2018, mas formalmente a empresa continuou ativa e o administrador permaneceu no quadro de sócios. O processo movido é baseado nisto, considerando ser algo prejudicial para o futuro profissional de Alex.

Galvão Bueno teria sido intimado pela Justiça a retirar o nome de Alex da sociedade, entregar determinados documentos e pagar uma multa de R$ 71,5 mil. A multa não foi paga e o juiz Marcelo Augusto Oliveira determinou o bloqueio das contas do narrador.

A vinícola Bueno Wines Itália teve suas contas bloqueadas, com a Justiça localizando o valor de R$ 51 mil. A defesa de Galvão Bueno alega que o valor da multa foi calculado erroneamente, com índices de correção equivocados.

O argumento é de que, para formalizar o rompimento da sociedade e retirar o nome de Alex do quadro de sócios seria necessária uma quantia significativa na Itália. A defesa alega que as partes não chegaram a um acordo sobre a forma como seria feito esse pagamento.

FONTE/CRÉDITOS: Diário do Nordeste
Comentários:

Veja também

Colabore com informações: fotos, vídeos, áudios !