O site oficial de notícias de Iguatu e Centro Sul do Ceará

Loading...

TV Centro Sul Ao vivo

Notícias Brasil

Pai é preso suspeito de estuprar filha em UTI de hospital em São Paulo

Os batimentos cardíacos da vítima chegavam a 190 por minuto quando o pai homem passava a mão em seu corpo

Pai é preso suspeito de estuprar filha em UTI de hospital em São Paulo
IMPRIMIR
Use este espaço apenas para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.
enviando

Um homem de 59 anos foi preso suspeito de estuprar a filha, que estava internada na UTI de um hospital em São Bernardo do Campo, no ABC paulista. Segundo a Polícia Civil, o caso teria acontecido em maio, quando a adolescente foi hospitalizada após sofrer uma parada cardiorrespiratória devido a uma crise de asma. As informações são do jornal Folha de S. Paulo.

As cenas foram gravadas por uma equipe do hospital onde a vítima estava internada. Os funcionários denunciaram o homem para a polícia após suspeitarem das alterações físicas que a adolescente tinha durante a presença do pai. As imagens foram encaminhadas ao 2º Distrito Policial (DP).

"Ele manipulava a menina, sugerindo carícias. Laudo de exame de corpo de delito constatou lesões no órgão genital proveniente de atos libidinosos, como vermelhidão e marcas de unha", informou Kelly Cristina Sacchetto, delegada seccional de São Bernardo do Campo.

"Há mais de 10 anos trabalhando no combate à exploração e abuso sexual infantil, eu e minha equipe ficamos chocados com as nuances deste caso. O abuso praticado pelo genitor, na UTI de um hospital, com a vítima em completa vulnerabilidade por seu estado clínico, nos deixou estarrecidos", relatou a policial.

Segundo a delegada, o homem foi detido no dia 14 de maio, logo após as denúncias. Ele foi preso através de um pedido de prisão temporária, convertida em preventiva.

A defesa do acusado afirmou que ele nega "veementemente a acusação". "As gravações que foram realizadas clandestinamente, sem autorização judicial, não confirmam, com exatidão, a prática do crime, razão pela qual deve ser respeitado o direito constitucional do acusado de ser considerado inocente até que se prove o contrário", disse o advogado Daniel Wallace.

BATIMENTOS DA VÍTIMA CHEGARAM A 190 POR MINUTO

Conforme revelado pelo Profissão Repórter, da Rede Globo, os batimentos cardíacos da vítima chegavam a 190 por minuto quando o pai dela passava a mão em seu corpo. A equipe do hospital revelou que o homem acariciou as partes íntimas da adolescente por baixo do avental e tocou as pernas dela.

"Sempre que o genitor se aproxima da paciente [...], os batimentos cardíacos ficam altos, já tendo chegado a 190, sendo que já por cerca de três vezes", afirmou uma enfermeira testemunha do caso.

 
FONTE/CRÉDITOS: Diário do Nordeste
Comentários:

Veja também

Colabore com informações: fotos, vídeos, áudios !