O site oficial de notícias de Iguatu e Centro Sul do Ceará

Loading...

TV Centro Sul Ao vivo

Notícias Polícia

PM é morto a tiros após discussão em bar no Maracanaú e policial penal é preso em flagrante pelo crime

Uma segunda vítima foi baleada e socorrida ao hospital. A CGD apura o caso

PM é morto a tiros após discussão em bar no Maracanaú e policial penal é preso em flagrante pelo crime
IMPRIMIR
Use este espaço apenas para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.
enviando

Um soldado da Polícia Militar do Ceará (PMCE) foi assassinado a tiros, na madrugada deste domingo (19), em Maracanaú, Região Metropolitana de Fortaleza (RMF).

A reportagem apurou que a vítima é identificada como William dos Santos Medeiros. Outro agente, um policial penal, foi preso em flagrante por efetuar os disparos, que também atingiram uma segunda vítima.

William estava em um bar no bairro Jereissati I, quando teve início uma discussão. A reportagem apurou que os policiais teriam se desentendido, porque o agente penal "mexeu" com a esposa do militar.

Eles teriam se agredido e no momento que populares tentaram apartar, Anderson Laureano Clementino sacou a arma de fogo

A Controladoria Geral de Disciplina dos Órgãos de Segurança Pública e Sistema Penitenciário (CGD) afirma que, por intermédio da Delegacia de Assuntos Internos (DAI), autuou em flagrante o policial penal por homicídio consumado e tentativa de homicídio.

 

Clementino fugiu do local, mas foi preso no entorno, quando estava perto de chegar em casa.

O soldado chegou a ser socorrido, mas não resistiu aos ferimentos e morreu já na unidade hospitalar.

A segunda vítima que estava no bar e também foi baleada, não corre risco de morte.

 

"Uma composição da Polícia Militar foi acionada para atender a ocorrência. Após diligências, o policial penal foi localizado e conduzido à Delegacia de Assuntos Internos. Agora, ele está à disposição da Justiça", disse a CGD.

A Controladoria afirma ainda que instaurou procedimento disciplinar para apuração do caso na seara administrativa.

FONTE/CRÉDITOS: Diário do Nordeste
Comentários:

Veja também

Colabore com informações: fotos, vídeos, áudios !