O site oficial de notícias de Iguatu e Centro Sul do Ceará

Notícias Brasil

Professor de vôlei preso por estupro de vulnerável em Canoas, Porto Alegre, teria feito pelo menos cinco vítimas, diz polícia

Homem de 52 anos já havia sido condenado em 2016 a 15 anos de reclusão em regime fechado. Ele estava foragido desde então. Vítimas eram alunas e tinham de 11 a 13 anos na época

Professor de vôlei preso por estupro de vulnerável em Canoas, Porto Alegre, teria feito pelo menos cinco vítimas, diz polícia
IMPRIMIR
Use este espaço apenas para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.
enviando

O professor de vôlei Rodrigo Schmidt Garcia foi preso, na última sexta-feira (3), em Canoas, na Região Metropolitana de Porto Alegre, por estupro de vulnerável, tem pelo menos cinco ocorrências contra ele, segundo o delegado Cesar Carrion. Os abusos teriam acontecido contra meninas com idades de 11 a 13 anos. A tendência é que o número de vítimas seja ainda maior, conforme a polícia.

As crianças eram alunas dele em um clube de Porto Alegre. Os casos teriam acontecido entre 2012 e 2014.

"Os abusos aconteciam no banheiro feminino e na sala onde eram guardados materiais esportivos. Ele ameaçava tirar as alunas do time", afirma o delegado com base no relato das vítimas.

O homem de 52 anos já havia sido condenado em 2016 a 15 anos de reclusão em regime fechado e estava foragido desde então. A prisão preventiva dele havia sido decretada em 28 de setembro de 2016. A defesa não pode mais recorrer.

De acordo com o Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul (TJ-RS), na época da condenação, o homem alterou o endereço, passando a morar na Espanha. Ele chegou a ser preso em 2018 no país, mas foi solto depois de um habeas corpus, segundo o delegado.

Comentários:

Veja também

Colabore com informações: fotos, vídeos, áudios !