O site oficial de notícias de Iguatu e Centro Sul do Ceará

Loading...

TV Centro Sul Ao vivo

Notícias Ceará

Secretário adjunto de prefeitura suspeito de integrar facção é preso com arma turca em Monsenhor Tabosa no Ceará

Armamento foi encontrado durante cumprimento de mandado de busca e apreensão na residência do suspeito

Secretário adjunto de prefeitura suspeito de integrar facção é preso com arma turca em Monsenhor Tabosa no Ceará
IMPRIMIR
Use este espaço apenas para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.
enviando

O secretário adjunto de Meio Ambiente, do Município de Monsenhor Tabosa, no Interior do Ceará, foi preso em flagrante na posse de uma arma de fogo de origem turca, na última sexta-feira (24). Ele é suspeito de integrar uma facção criminosa carioca.

Conforme documentos obtidos pelo Diário do Nordeste, policiais civis e militares foram cumprir um mandado de busca e apreensão na residência de Francisco Wanderson Lopes de Souza, de 28 anos, em Monsenhor Tabosa, em uma investigação contra uma organização criminosa suspeita de comercializar drogas.

Em um compartimento entre a pia da cozinha e a parede, os agentes de segurança encontraram uma pistola calibre 9mm, de origem turca, com a numeração raspada e pintada com várias caveiras, um carregador de pistola e 54 munições. Também foram apreendidos, no imóvel, três aparelhos celulares e uma balança de precisão.

 

Os policiais que atenderam a ocorrência disseram à equipe da Delegacia Municipal de Monsenhor Tabosa, da Polícia Civil do Ceará (PC-CE), que Francisco Wanderson reconheceu que guardava drogas para uma organização criminosa.

Interrogado pela Polícia Civil, o suspeito admitiu que ocupava a função de secretário adjunto de Meio Ambiente do Município de Monsenhor Tabosa, mas preferiu se manter em silêncio sobre as acusações contra ele.

Os investigadores da PC-CE elaboraram relatório em que afirmam que Francisco Wanderson é "quase uma das frentes" da facção no Município e é conhecido como 'Cavaleiro', dentro do grupo criminoso.

Tanto a Polícia Civil como o Ministério Público do Ceará (MPCE) pediram a decretação da prisão preventiva do suspeito, o que foi acatado pelo 6º Núcleo Regional de Custódia e de Inquérito (Crateús), da Justiça Estadual, ainda na sexta-feira (24), "para garantia da ordem pública".

A Prefeitura Municipal de Monsenhor Tabosa não foi localizada para comentar a prisão do secretário adjunto de Meio Ambiente, Francisco Wanderson Lopes de Souza.

FONTE/CRÉDITOS: Diario do Nordeste
Comentários:

Veja também

Colabore com informações: fotos, vídeos, áudios !