Mundo

Jornalistas filipina Maria Ressa e russo Dimitri Muratov ganham Nobel da Paz

Publicada em 08/10/21 às 07:48h - 156visualizações

por Diário do Nordeste


Compartilhe
   

Link da Notícia:

O Prêmio Nobel da Paz foi concedido, nesta sexta-feira (8), aos jornalistas Maria Ressa Dimitri Muratov pela luta em prol da liberdade de expressão, anunciou a Academia Real das Ciências da Suécia.

A filipina Ressa e o russo Muratov foram reconhecidos "por seus esforços para proteger a liberdade de expressão, que é uma condição prévia para a democracia e a paz duradoura", disse a presidente do Comitê Nobel, Berit Reiss-Andersen, em Oslo.

"[Os laureados] são representantes de todos os jornalistas que defendem este ideal em um mundo em que a democracia e a liberdade de imprensa enfrentam condições cada vez mais adversas", afirmou a entidade responsável pelo prêmio Nobel.

Os jornalistas dividirão o prêmio de 10 milhões de coroas suecas, o equivalente a cerca de R$ 6,3 milhões na moeda local. 

A academia sueca considerou que "Ressa usa a liberdade de expressão para expor o abuso de poder, o uso da violência e o crescente autoritarismo em seu país natal, as Filipinas". A jornalista é cofundadora da Rappler, uma empresa de mídia digital de jornalismo investigativo.

"O jornalismo gratuito, independente e baseado em fatos serve para proteger contra o abuso de poder, mentiras e propaganda de guerra", frisou a instituição, complementando estar convencida de que "a liberdade de expressão e a liberdade de informação ajudam a garantir um público informado".

OUTROS VENCEDORES

  • Nobel de Medicina

O Prêmio Nobel de Medicina foi atribuído na última segunda-feira (4) ao americano David Julius e ao americano de origem libanesa e armênia Ardem Patapoutian por suas descobertas sobre a forma como o sistema nervoso transmite a temperatura e o tato.

  • Nobel de Física 

Os trabalhos do americano-japonês Syukuro Manabe e do alemão Klaus Hasselmann na modelagem do aquecimento do planeta receberam a metade do Prêmio Nobel de Física na terça-feira (5). A outra corresponde ao italiano Giorgio Parisi pelas suas pesquisas sobre os desequilíbrios subjacentes neste tema. 

  • Nobel de Química

O alemão Benjamin List e a americano David MacMillan receberam na quarta-feira (6) o Prêmio Nobel de Química pelo desenvolvimento de uma nova ferramenta de construção de moléculas, o que deixou a Química mais "verde" e melhorou a pesquisa farmacêutica.

  • Nobel de Literatura

O romancista Abdulrazak Gurnah, nascido na Tanzânia e que mora há meio século no Reino Unido, foi anunciado nessa quinta-feira (7) como o vencedor do Prêmio Nobel de Literatura, por seus textos sobre o período colonial e pós-colonial no leste da África e o destino difícil dos migrantes.

Já o Nobel de Economia será divulgado no próximo dia 15 de outubro. 




ATENÇÃO:Os comentários postados abaixo representam a opinião do leitor e não necessariamente do nosso site. Toda responsabilidade das mensagens é do autor da postagem.

Deixe seu comentário!

Nome
Email
Comentário


Insira os caracteres no campo abaixo:








Nosso Whatsapp

 (88) 99753 4868

Visitas: 734374
Usuários Online: 56
Copyright (c) 2021 - Iguatu.net: o site de Iguatu e região Centro Sul do Ceará