O site oficial de notícias de Iguatu e Centro Sul do Ceará

Notícias Brasil

Polícia investiga morte de bebê de dois meses com sinais de violência física e sexual

O Conselho Tutelar tomou conhecimento do caso após desconfiar das circunstâncias do velório da criança, que era realizado com portas fechadas

Polícia investiga morte de bebê de dois meses com sinais de violência física e sexual
IMPRIMIR
Use este espaço apenas para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.
enviando

A polícia investiga a morte de um bebê, de apenas dois meses, com sinais de violência física e sexual no município de São Mateus do Maranhão, a 191 km de São Luís. O caso aconteceu nessa segunda (14).

O Conselho Tutelar tomou conhecimento dos fatos após desconfiar das circunstâncias do velório da criança, que era realizado com portas fechadas, sem que o pai deixasse ninguém entrar no local.

Quando os conselheiros chegaram na casa, o carro da funerária já havia saído com o corpo para o enterro. Apesar disso, a equipe conseguiu impedir o sepultamento e encaminhou o corpo da vítima para um hospital da região, onde foi realizado o exame cadavérico.

O exame de corpo de delito constatou que o bebê estava com a cabeça, vértebra e face quebradas, além possuir de hematomas nas costas. O exame de conjunção carnal também detectou que a criança havia sofrido violência sexual.

 

“Nesse momento foi realizado o exame de corpo de delito e de conjunção carnal. A criança está com a cabeça e a vértebra do corpo quebradas. Está com a face quebrada de espancamento, as costas da criança estão cheias de hematomas e ela está com sinais de violência sexual no ânus”, disse a conselheira tutelar Márcia Campos.

 

Diante dos fatos, a mãe da vítima foi presa e encaminhada para à delegacia. No local, ela disse aos policiais que a última pessoa que teve contato com a criança foi o pai. Ela afirmou, ainda, que ele havia dito que o bebê sofreu um infarto. O homem está foragido e sendo procurado pela polícia. O caso está sendo investigado.

FONTE/CRÉDITOS: G1 MA
Comentários:

Veja também

Colabore com informações: fotos, vídeos, áudios !