O site oficial de notícias de Iguatu e Centro Sul do Ceará

Notícias Ceará

Integrantes de organização criminosa envolvidos com tráfico de drogas são presos em ação conjunta no Ceará e Minas Gerais

As investigações em torno dos quatro suspeitos iniciaram logo após a prisão de André Gomes de Sá (38), também conhecido como “Rossi”

Integrantes de organização criminosa envolvidos com tráfico de drogas são presos em ação conjunta no Ceará e Minas Gerais
IMPRIMIR
Use este espaço apenas para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.
enviando

A Polícia Civil do Estado do Ceará (PC-CE), por meio da Delegacia de Repressão às Ações Criminosas Organizadas (Draco) com apoio da Delegacia Regional de Sobral e da Delegacia de Governador Valadares/MG, deflagrou a operação “Terminus”, nessa quinta-feira (3), que resultou no cumprimento de quatro mandados de prisão e quatro de busca e apreensão em desfavor de integrantes de um grupo criminoso envolvidos com o tráfico de drogas. Entre os presos, está um homem, capturado em Minas Gerais, que fornecia insumos para o desdobramento de cocaína. Além da prisão em Minas, foram realizadas capturas em Fortaleza, Eusébio e Sobral, no Ceará.

As investigações em torno dos quatro suspeitos iniciaram logo após a prisão de André Gomes de Sá (38), também conhecido como “Rossi”, que foi capturado e preso em setembro de 2021. As investigações apontam, ainda, que André era o “braço direito” de Paulo Diego da Silva Araújo (40), o “Dino”, que foi preso em maio do ano passado, em operação da Draco em São Paulo e era considerado o chefe do grupo criminoso paulista aqui no Ceará. 

Os alvos presos na manhã de ontem são identificados como: Renan Honorato dos Santos (32), natural de Minas Gerais e com antecedentes criminais por roubo de cargas; Francisco Rafael Feitosa Araújo (35), conhecido como “Lorim Santa Quitéria”, com passagens por tráfico de drogas; Estevilândio da Silva Pereira (33), conhecido como “TX” e Evilane Pinto Ferreira, conhecida como “Nenem Sb”. Os dois últimos sem antecedentes criminais.

Com o avanço das investigações, policiais civis verificaram que os suspeitos presos estavam envolvidos com o tráfico de drogas e de armas para o grupo criminoso. Segundo informações policiais, o suspeito Renan, preso em Minas Gerais, fornecia insumos para fabricação de cocaína diretamente do seu Estado de origem através de uma empresa que adquiria os produtos. Já os demais presos trabalhavam para André nas vendas das drogas.

Durante as diligências, Estevilândio foi localizado na posse de uma pistola, uma carabina e munições calibre 9 milímetros. O suspeito é Colecionador, Atirador Desportivo e Caçador (CAC). O armamento foi apreendido. Além das armas, foram apreendidos aparelhos celulares e um veículo. Agora, os quatro suspeitos estão à disposição da Justiça.

Denúncias

Para combater a atuação de grupos criminosos no Ceará, a Delegacia de Repressão às Ações Criminosas Organizadas (Draco) conta com a participação da população para repassar informações que auxiliem os trabalhos investigativos. Por isso, a unidade especializada da Polícia Civil do Ceará mantém um número de WhatsApp para receber denúncias de ações criminosas em todo o Estado. A população pode enviar mensagens de texto, áudios, fotos e vídeos para o número (85) 98969-0182.

As denúncias também podem ser feitas, por meio de ligação gratuita, para o 181, ou enviando mensagem para o WhatsApp (85) 3101-0181 do Disque-Denúncia da Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS). O sigilo e o anonimato são garantidos.

FONTE/CRÉDITOS: SSPDS
Comentários:

Veja também

Colabore com informações: fotos, vídeos, áudios !